Qual a Diferença entre o Medidor Convencional e o Bidirecional

O medidor unidirecional, conhecido também como medidor convencional, é o que temos instalado por padrão em nossas residências, sendo capaz de realizar a leitura do que estamos consumindo de energia da rede.

Padrão Medidor Unidirecional
Funcionamento Medidor Unidirecional
Fonte: Solar Inove, 2021

Quando colocamos um sistema de microgeração, neste caso, um sistema fotovoltaico, o medidor unidirecional deve ser substituído por um medidor bidirecional, ou por dois medidores unidirecionais, já que o mesmo não consegue ler o que está sendo injetado na rede.

O medidor bidirecional consegue realizar a leitura do que está sendo consumido de energia da rede e também realiza a leitura do que injetamos na rede.

Padrão Medidor Bidirecional
Funcionamento Medidor Bidirecional
Fonte: Solar Inove, 2021

Já na utilização de dois medidores unidirecionais, um deles será usado apenas para ler o que estamos consumindo de energia da rede e o outro medidor apenas para ler o que estamos injetando na rede. Porém, esses medidores devem ser específicos, medindo apenas um dos sentidos de corrente.

Dois Medidores Unidirecionais
Funcionamento com Dois Medidores Unidirecionais
Fonte: Solar Inove, 2021

Com essas informações obtidas no medidor, energia consumida e energia injetada, é possível calcular o abatimento dos créditos na conta de luz, ao subtrair a energia consumida da que foi injetada.

Como obter o Medidor Bidirecional

A distribuidora é responsável por adquirir e instalar o sistema de medição, sem custos para o acessante no caso de microgeração distribuída, assim como pela sua operação e manutenção, incluindo os custos de eventual substituição.

No caso de conexão de minigeração distribuída, o acessante é responsável por ressarcir a distribuidora pelos custos de adequação do sistema de medição, nos termos da regulamentação específica.

Cadernos Temáticos ANEEL – Micro e Minigeração Distribuída

Como Identificar a Energia Consumida e a Energia Injetada

Para identificar a energia consumida e a energia injetada pode ser utilizado códigos identificados no medidor. A energia que foi consumida pelo imóvel será apresentada normalmente pelo código 003, enquanto a energia que retornou para a rede costuma ser identificada pelo código 103.

Códigos do medidor bidirecional
Energia Consumida e Injetada
Fonte: Solis Energia, 2019

Regulamentação

A instalação de um medidor bidirecional ou de dois medidores unidirecionais são reguladas pela REN482, sendo assim, são imprescindíveis na instalação de um sistema de energia solar fotovoltaico.

Sistema de Medição REN482
REN482 – Sistema de Medição
Fonte: REN482

Vídeo

Para estar ajudando a entender melhor sobre o assunto, Roberta Deon Sette, Advogada, Engenheira Ambiental e CEO da Projeta Ambiental Engenharia realizou um vídeo da diferença entre o medidor unidirecional e do medidor bidirecional.

Conclusão

Portanto, o uso de um medidor bidirecional é de extrema importância para sistemas de microgeração, sendo um aparelho indispensável para realizar o controle da energia que está sendo consumida e da energia que está sendo injetada na rede.

Caso tenha dúvidas referentes ao assunto, pode estar deixando um comentário aqui neste post, ou enviar uma mensagem para o e-mail [email protected].


Autor

Engenheiro Guilherme Peters Junior

Guilherme Peters Junior

Engenheiro Eletricista e Analista de Marketing e P&D na Solar Inove.

Acesse também as redes sociais da Solar Inove:

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Deixe seu feedback referente ao post!x
()
x